Please reload

Posts Recentes

Circuito 2017

April 10, 2017

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

Release - 1ª Etapa Circuito em Santa Cruz do Sul - 30/04/2019

April 11, 2019

Santa Cruz abre o Calendário Oficial e sedia a primeira edição de 2019 do Circuito de Gestão e Inovação no Agronegócio. 

 

Temas relevantes para o desenvolvimento do setor, como a Sustentabilidade e Rastreabilidade na Cadeia de Suprimentos do Agronegócio – A Contribuição do Sistema Integrado de Produção estão na pauta do encontro promovido pelo I-UMA (Instituto de Educação no Agronegócio) com o patrocínio da Alliance ONE e BRDE. A série de palestras propostas pelo I-UMA tem como objetivo disseminar conhecimento e troca de experiências no setor e deve percorrer outras regiões gaúchas até o final do ano. O evento reunirá lideranças regionais, cooperativas, sindicatos rurais, agroindústrias, mídia regional, produtores, universidades, autoridades da região, prefeitos, secretários municipais, no dia 30 de abril, das 13h30min às 17h00, no Auditório da Associação Comercial e Industrial – ACI de Santa Cruz do Sul.   Inscrições podem ser feitas pelo telefone (51) 3224.6111 ou pelo e-mail agrocircuito@i-uma.edu.br. Vagas Limitadas.

 

EVENTO GRATUITO

 

Com a Abertura Oficial às 14h00, o Presidente do I-UMA, José Américo da Silva, juntamente com Diretor de Produção da Alliance One Claudir Lorencetti, o Gerente Regional do BRDE Márlon Bentlin recebem os convidados e participantes da 1ª Etapa do CIRCUITO DE GESTÃO E INOVAÇÃO NO AGRONEGÓCIO, evento que tem como conexão temática para 2019 “Os Desafios e Prioridades para uma Produção Agropecuária Sustentável e mais Eficiente”, reunindo conhecimento, tecnologia, produção e gestão no agronegócio. 

 

O evento será realizado no Auditório da Associação Comercial e Industrial – ACI rua Venâncio Aires, 641. Com entrada franca, o evento conta com o patrocínio da Alliance ONE e BRDE e apoio da EMATER/RS, EMBRAPA, Portais Direito Agrário.com, Direito Ambiental.com, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural e Câmaras Setoriais e Temáticas, Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura e FEPAM, Associação Gaúcha de Laticinistas e Laticínios, OCERGS, TECNOSINOS, UBAU e mídias  parceiras o PORTAL AGROLINK e REVISTA AGRODBO. 

 

Os eventos itinerantes promovidos pelo I-UMA percorrem o Estado com uma agenda mensais sempre realizados em parceria com entidades regionais, reúnem formadores de opinião que integram o sistema produtivo gaúcho e levam palestras temáticas técnicas e de mercado atendendo as peculiaridades regionais de produção, de mercado e de negócios, de forma que todos os agentes das cadeias produtivas do Estado sejam os grandes beneficiados. 

 

A primeira etapa da edição 2019 do Circuito de Gestão e Inovação no Agronegócio, promovido pelo I-UMA tem o patrocínio da Alliance ONE e BRDE. O encontro reúne lideranças do agronegócio, dirigentes de cooperativas, sindicatos rurais, agroindústrias, mídia regional, produtores rurais, universidades, prefeitos, secretários de agricultura e demais e autoridades da região AMVARP – Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo, no dia 30 de abril, das 13h30min às 17h, na ACI de Santa Cruz, para debater sobre a Sustentabilidade e Rastreabilidade na Cadeia de Suprimentos do Agronegócio – A Contribuição do Sistema Integrado de Produção.

 

Sistema Integrado na Produção de Tabaco (SIPT)
Case – ALLIANCE ONE

 

O painel de abertura que iniciará as 14h20 destacará o Sistema Integrado na Produção de Tabaco (SIPT) será apresentado por Maurício Gewehr, Mestrando em Direito da Empresa e dos Negócios pela Unisinos, advogado corporativo da Alliance ONE desde 2011, onde dedica-se à análise e defesa do Sistema Integrado da Produção de Tabaco e por Edson Luis de Menezes, Engenheiro Agrícola pela UNISC, Gerente de Pesquisa Agrícola da Alliance One e atua no setor de tabaco na área de P&D Agrícola desde 2003.
 
A pauta desta palestra tem como objetivo a exposição para os participantes dos principais conceitos sobre a integração agroindustrial, sua contextualização histórica e importância para o desenvolvimento do setor. 

 

Abordará, ainda, a evolução conceitual dos contratos, os quais ao passar do tempo passaram a agregar diversas questões envolvendo sustentabilidade e rastreabilidade do produto, organizando e transformando a cadeia do tabaco como um dos mais importantes setores de produção integrada, agregando um alto índice de confiabilidade no que diz respeito aos novos paradigmas de inovação sustentável da produção agrícola no Brasil. 

 

Como forma de demonstrar na prática tais inovações, os participantes serão ainda apresentados à metodologia desenvolvida pela Alliance One Brasil para conscientização dos agricultores e trabalhadores rurais quanto ao uso correto dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para aplicação de agrotóxicos, bem como da vestimenta para manuseio do tabaco úmido. Esta metodologia está em operação desde 2016, possuindo um formato prático e interativo, servindo como uma quebra de paradigmas e mudanças de atitudes das pessoas no campo.

 

Financiamento para o agronegócio sustentável e eficiente.

 

Na continuidade do encontro a segunda palestra será com o Gerente do BRDE para a Região dos Vales e Centro RS, Márlon Alberto Bentlin, profissional que detém amplo conhecimento em análise, avaliação de viabilidade econômico-financeira e acompanhamento de projetos, assim como em regulação dos serviços públicos.

 

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul-BRDE atua no fomento ao desenvolvimento regional nos três Estado do Sul do Brasil. Apoia projetos de investimentos na mais variadas áreas da economia, contribuindo para a geração de emprego e renda e impulsionando a economia há mais de meio século.

 

Sustentabilidade e eficiência recebem atenção especial do banco, que implementou o Programa BRDE PCS - Produção & Consumo Sustentáveis para incentivar a adoção de conceitos e práticas de desenvolvimento sustentável, econômico, ambiental e social, destaca Bentlin. “As linhas de crédito com ênfase na produção e no consumo sustentáveis oferecem condições especiais para projetos que abrangem o agronegócio, a indústria, o comércio e os serviços” explica o gerente regional.

 

A apresentação do banco no evento do I-UMA abordará as fontes de financiamento, conceitos de projetos financiáveis, necessidades para encaminhamento do crédito e informações gerais aplicadas à produção agropecuária sustentável. Possibilitará também o acesso a informações sobre outras linhas de financiamento, com destaque para eficiência e inovação.

 
Sustentabilidade e Rastreabilidade na cadeia de suprimentos do agronegócio

 

O professor Júlio Barcellos, Doutor em Zootecnia UFRGS, Coordenador do NESPRO - Núcleo de Estudos em Sistemas de Produção de Bovinos de Corte e Cadeia Produtiva da UFRGS fará a palestra do terceiro painel sobre a Sustentabilidade e Rastreabilidade na cadeia de suprimentos do agronegócio. 

 

O coordenador do NESPRO que atua há mais de trinta anos no Agronegócio, em Gestão e Sistemas de Produção é enfático na importância das questões de sustentabilidade e rastreabilidade e sobre os consumidores que constituem os diversos mercados para os produtos do agro brasileiro estão exigindo novos padrões de conformidade que ultrapassam as características perceptíveis. “Agora é necessário informações das formas de produção, do processamento, transporte e acondicionamento até o ponto de venda”, destaca. Para Barcellos, além disso, será necessário informar sobre outros elementos envolvidos na produção, como toda a cadeia de suprimentos e sobre as certificações a eles associadas. Com isto, novos patamares de competitividade estão surgindo e só assim o agrobrasileiro  trará a sua contribuição com a sociedade, finaliza o professor. 


A Inovação e as Startups no Agronegócio


O painel de encerramento da primeira etapa do Circuito em Santa Cruz do Sul, será sobre A Inovação e as Startups no Agronegócio, a cargo de Susana Kakuta, Diretora da Unidade de Inovação e Tecnologia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos e Gestora Executiva do TECNOSINOS.

 

A participação do agronegócio no PIB do Brasil subiu de 19% para 23% nos últimos cinco anos, e boa parte desse avanço se deve à adoção de novas tecnologias e à chegada das agritechs, as startups que estão se multiplicando e fazendo uma nova revolução no campo, trazendo ganhos de produtividade e aumento de renda aos agricultores.

 

Destaca a CEO do Tecnosinos que na fronteira dessa inovação se encontra uma safra de jovens empreendedores, de 20 a 30 anos, que usam  ferramentas voltadas à agricultura de precisão, drones, sensores e robótica aplicada no campo, uso de satélites, big data, internet das coisas (IoT), inteligência artificial e sistemas de gestão em nuvem.

 

“O Tecnosinos tem startups que vem atuando nessa linha, como, por exemplo, a Racks, que desenvolveu sensores de umidade do solo, a baixo custo, com tecnologias que podem ser linkadas à irrigação. Outro exemplo muito premiado é a recém graduada Silo Verde, que desenvolveu um silo de armazenamento de grãos, que utiliza garrafas pet recicladas na sua confecção, uma solução para pequenas propriedades. Na mesma linha a tecnologia desenvolvida no parque foram os drones para irrigação” ilustra Kakuta. “Esse é o futuro do agronegócio. Para competir, com qualidade e preço, não se pode prescindir de novas tecnologias, finaliza.  

 

Circuito já percorreu 25 macrorregiões do Estado, desde 2014


O presidente do I-UMA, José Américo da Silva destaca que esta é a segunda vez que o Circuito de Gestão e Inovação no Agronegócio chega à Santa Cruz do Sul. O dirigente afirma que a escolha dos destinos está vinculada à representatividade da cadeia produtiva, inclusive na área científica. “Desde 2014, quando iniciamos a  primeira edição do circuito, já percorremos 25 macrorregiões, abrangendo em torno de 270 municípios sempre buscando dar ênfase às peculiaridades dos lugares por onde passamos”, pontua Silva.


No roteiro da edição 2019, o Circuito irá passar por oito macrorregiões, abrangendo mais de 150 municípios. “A escolha dos temas também tem peso na relevância para o setor”. Vale destacar que empresas e líderes fazem a diferença nos arranjos produtivos locais, ao elegerem o desenvolvimento de suas comunidades através da eleição de projetos prioritários, respeitando as vocações da produção regional. O agronegócio por sua representatividade na economia nacional oferece oportunidades de valor para quem estiver conectado com pesquisa, conhecimento e gestão. Estes pilares são norteadores da competividade e da inovação sustentável de processos e produtos.


Silva defende a capacitação, cultura e pesquisa de todos os elos da cadeia produtiva do agronegócio, a fim de qualificar produtores rurais, profissionais e instituições através da educação especializada no setor, valorizando a eficiência e a competitividade do agronegócio brasileiro.
 
 SERVIÇO


O QUE: 1ª etapa do Circuito de Gestão e Inovação no Agronegócio 2019
QUANDO: Dia 30 de abril, das 13h30 às 17h00
ONDE:  Auditório da ACI - Associação Comercial e Industrial de Santa Cruz do Sul 
              Rua Venâncio Aires, 633 | Centro | Santa Cruz do Sul 
CREDENCIAMENTO: 13h30min
ABERTURA OFICIAL: 14h00
INSCRIÇÕES:  Fone - (51) 3224-6111 ou E-mail - agrocircuito@i-uma.edu.br
ENTRADA FRANCA


PROGRAMAÇÃO:

 

Temário Central 2019:
DESAFIOS E PRIORIDADES PARA UMA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA SUSTENTÁVEL E MAIS EFICIENTE

 

ABERTURA OFICIAL – 14H

 
Temário da 1ª Etapa: 
Sustentabilidade e Rastreabilidade na Cadeia de Suprimentos do Agronegócio - A Contribuição do Sistema Integrado de Produção


PAINEL I 
Sistema Integrado na Produção de Tabaco (SIPT)
Case – ALLIANCE ONE

 

Palestrantes

Maurício Gewehr – Advogado, Mestrando em Direito da Empresa e dos Negócios - Unisinos. Especialista em Direito Empresarial - FGV, em Direito Agrário e Ambiental aplicado ao Agronegócio – I-UMA, Extensão em Direito do Agronegócio - INSPER e Certificado no Programa de Negociação e Liderança junto a Harvard Law School. Atua como advogado corporativo da Alliance One desde o ano de 2011, dedicando-se à análise e defesa do Sistema Integrado da Produção de Tabaco.


Edson Luis de Menezes - Engenheiro Agrícola – UNISC, atualmente cursando Especialização junto a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” - Esalq – USP, para obtenção do título de Especialista em Proteção de Cultivos”. É Gerente de Pesquisa Agrícola da Alliance One e atua no setor de tabaco na área de P&D Agrícola desde 2003.


PAINEL II
Financiamento para o Agronegócio Sustentável e Eficiente

Palestrante:

Márlon Alberto Bentlin - Gerente do BRDE para a Região dos Vales e Centro RS. Graduado em Direito e Ciências Contábeis, com pós-graduação em Gestão Empresarial. Detém amplo conhecimento em análise, avaliação de viabilidade econômico-financeira e acompanhamento de projetos, assim como em regulação dos serviços públicos.


PAINEL III
Sustentabilidade e Rastreabilidade na Cadeia de 
Suprimentos do Agronegócio

Palestrante: 
Júlio Barcellos
– Doutor em Zootecnia UFRGS, Coordenador do NESPRO - Núcleo de Estudos em Sistemas de Produção de Bovinos de Corte e Cadeia Produtiva da UFRGS. Atua há mais de trinta anos no Agronegócio, em Gestão e Sistemas de Produção.


PAINEL IV
A Inovação e as Startups no Agronegócio 

Palestrante:
Susana Kakuta
- Doutora em Sociologia e Economia Internacional pela

 

Universidade Complutense de Madrid, Diretora da Unidade de Inovação e Tecnologia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos e Gestora Executiva do TECNOSINOS, o Parque Tecnológico São Leopold
 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo